Grupo São Camillo - Medicina Diagnóstica

Cintilografia da tireóide com teste de estímulo (TSH)

Cintilografia da tireóide com teste de estímulo (TSH)

 

Principais indicações:

  • Aumentar a captação tireoidiana em pacientes candidatos a radioiodoterapia que apresentam bócio difuso, baixa captação e hipertireoidismo subclínico.

Orientações gerais:  

  • No agendamento do exame o médico nuclear orientará sobre a medicação a ser utilizada 
  • Não ter realizado exames de Medicina Nuclear a menos de 48 horas e exames contrastados a menos de 1 semana
  • Mulheres em idade fértil : afastar hipótese de gravidez
  • No dia do exame, usar roupas que não contenham metais
  • Informar o atendente sobre marcapassos, piercings e próteses metálicas
  • Reservar um período todo do dia, a contar do horário agendado, para realização do exame
  • Paciente deve se apresentar para exame com 4 horas de jejum
  • Nos 14 dias que precedem o exame, o paciente não poderá fazer uso de substâncias, alimentos ou medicamentos que contenham iodo:
    Cosméticos: tintura de cabelos; esmalte vermelho para unhas; base para unhas fracas (Casco de cavalo, etc.); bronzeadores vermelhos
    Alimentos: peixes e frutos do mar; verduras de folhas escuras (agrião, couve, rúcula, espinafre, brócoli); caqui e abacate; Coca-Cola, Pepsi Cola; whisky e Toddy (rótulo amarelo)
    Medicamentos: remédios para a tireóide (hormônios da tireóide, propiltiouracil, PTU, Tapazol) - suspender após consultar o médico da Medicina Nuclear ou seguir a orientação do médico do paciente; - Xaropes para tosse à base de iodetos (Iodepol, MM Expectorante e similares); Corticóides; Complexos de vitamina e sais minerais que contenham iodeto; contrastes iodados de exames radiológicos
  • Pacientes em uso de Ancoron, Atlansil ou Miodaron devem avisar o Departamento de Imagem para que os médicos da Medicina Nuclear entrem em contato com seu médico
  • Trazer exames anteriores de imagens e laboratoriais

Duração aproximada do exame:

  • 40 minutos
Voltar